Vizinho que matou a facadas filho de desembargador é condenado a mais de 13 anos de prisão

Read Time:1 Minute, 7 Second

Crime aconteceu em maio de 2022, no bairro Santo Antônio, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

A Justiça condenou a 13 anos e seis meses de prisão o homem que matou o vizinho após uma briga por conta de barulho, em um prédio no bairro Santo Antônio, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O crime aconteceu em maio de 2022.

Durante o júri popular nesta terça-feira (27), o promotor Carlos Eugênio Souto Maior Filizzola Junior argumentou que a vítima, Júlio César Lorens Júnior, foi ao apartamento do acusado, Luiz de Matos Pinto, pedir que fizesse silêncio.

Já a defesa de Luiz afirmou que o idoso agiu em legítima defesa, pois Júlio portava um spray de pimenta.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), os jurados consideraram que Luiz de Matos Pinto agiu dolosamente – quando há intenção de matar – e condenaram o acusado por homicídio qualificado, em regime fechado.

Júlio César Lorens Júnior tinha 28 anos, era professor de história em um curso preparatório e filho do desembargador Júlio César Lorens.

O caso

Pelo vídeo registrado por câmera de segurança, é possível ver quando o idoso abre a porta com uma faca na mão. Ele é atingido por spray de pimenta e, pouco depois, esfaqueia o jovem. O golpe acertou a região do tórax (veja imagens acima).

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post MP pede que filho de ex-deputado que matou casal volte à prisão
Next post Homens que usaram máscaras de monstro para sequestrar homem em São Gonçalo são presos pela polícia