Casal preso no Ceará por divulgar Jogo do Tigre morava em casa de luxo com Porsche na garagem

Read Time:1 Minute, 53 Second

O principal alvo da operação foi uma influenciadora digital e divulgadora do jogo. Com ela, os policiais apreenderam um Porsche, outros dois de luxo, além de três motocicletas e uma moto-aquática.

O casal de influenciadores digitais preso nesta sexta-feira (15) em Fortaleza por promover o “Fortune Tiger”, conhecido como “Jogo do tigrinho”, alugou vários quartos de hotel de luxo em Fortaleza para receber convidados. Os chefes do grupo foram presos onde estavam hospedados para a realização da festa de lançamento de plataforma de jogos de azar ilegais.

Eles moravam em uma mansão no Porto das Dunas, no litoral cearense, onde o metro quadrado é um dos mais caros do Ceará. Na garagem dele havia um Porsche avaliado em R$ 475 mil, apreendido na operação.

Segundo a polícia, o principal alvo da operação foram Skarlete Melo e Erick Costa, divulgadores do jogo. Além dos dois, foram cumpridos 10 mandados de prisão no Ceará e no Maranhão.

O jogo do tigrinho é irregular, e a divulgação dele é crime. Apostadores denunciam que sempre perdem quando fazem apostas no Fortune Tiger e não há possibilidade de vencer. Para divulgar a plataforma irregular, influenciadores com muitos seguidores nas redes sociais recebem dinheiro para fazer publicidade, o que é considerado crime.

A Polícia do Maranhão realizou operações contra influenciadores em setembro pela divulgação ilegal do jogo de azar. Com o cerco fechando para os divulgadores do estado, eles migraram para o Ceará, onde continuaram a prática ilegal.

Em setembro, foram cumpridos no total cinco mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e comerciais, incluindo uma oficina mecânica, em São Luís.

Lei proíbe o jogo
O Fortune Tiger, um dos jogos ilegais afetados pela nova lei, já havia sido alvo de uma operação da Polícia Civil, em 26 de setembro, que apurava como influenciadores digitais estariam ganhando dinheiro ao apoiar e divulgar o game de apostas.

Antes, divulgar o Fortune Tiger já era considerado um ato ilegal por ir contra a Lei de Contravenções Penais que considera crime os jogos de azar em que o ganho ou a perda dependem da sorte.

Agora, com a Lei estadual n.º 12.099, os influencers também passaram a estar sujeitos a uma sanção administrativa, com aplicação de multa de até R$ 1 milhão.

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Carro usado por tutor de bull terrier que atacou e matou Fox foi monitorado pela Polícia Civil antes de prisão no sul de MG
Next post Boate na Lapa em que modelo morreu ao cair de escada volta a ser interditada pelos Bombeiros por falta de documentação