Garoto de programa preso por matar arquiteto fez selfie no espelho da casa da vítima após matá-la, diz polícia

Read Time:1 Minute, 50 Second

Suspeito usou o corpo da vítima para fazer reconhecimento facial em um aplicativo de banco. Corpo do arquiteto foi encontrado com cordas amarradas e um crucifixo nas mãos.

O garoto de programa preso por matar um arquiteto fez uma selfie no espelho da casa da vítima após matá-la, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, José Henrique, suspeito, usou o corpo da vítima para fazer reconhecimento facial em um aplicativo de banco.

Até a última atualização desta reportagem, o g1 não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

José Henrique, de 22 anos, foi preso em flagrante na última segunda-feira (25). Segundo a Policia Civil, os policiais foram acionados pelo setor de segurança do banco após receberem fotos da tentativa de validação em que um braço aparecia erguendo o rosto da vítima.

Entenda o caso
De acordo com os relatos da Polícia Civil, ao ser abordado, José Henrique mentiu a identidade, mas os policiais descobriram o verdadeiro nome e identificaram que o jovem era suspeito outros crimes, como furto e estelionato. Os policias levaram o suspeito até o apartamento da vítima, junto com uma zeladora do prédio onde ocorreu o crime.

No apartamento foram encontradas as chaves e a porta da suíte trancada. Após arrombarem a porta da suíte, o corpo da vítima foi encontrado no banheiro, com um crucifixo na mão e uma corda em volta do pescoço. Segundo a Polícia Civil, a cena foi forjada pelo suspeito do crime para simular um suicídio.

Após encontrarem o corpo, a polícia informou que o José Henrique confessou ter matado o idoso e efetuado tentativas de transferências por PIX para a sua conta bancária pessoal de valores acima de R$ 60 mil, usando o cartão da vítima. Cerca de R$ 4 mil do idoso foram gastos com itens como relógios e celulares.

As compras utilizando o cartão da vítima foram feitas em um camelódromo do Setor Campinas. De acordo com a investigação, o suspeito ainda confessou que após as compras, voltou ao local do crime para simular o encontro do corpo do idoso, para acionar a polícia sobre um suposto suicídio, o que não foi feito, pois o suspeito foi abordado em frente ao prédio da vítima.

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Após operação da Polícia, Skarlet Mello, a influenciadora do “Joguinho do Tigre”, diz que vai embora de São Luís
Next post Ministro da Justiça demite delegado da PF do RJ suspeito de receber valor mensal para barrar investigações contra empresários da Saúde