Suspeito de matar a filha e mais uma criança a marteladas é preso

Read Time:2 Minute, 11 Second

Polícia diz que Davi Souza Miranda também torturou a ex-cunhada, que está internada em estado grave. Ele fugiu de carro, capotou e foi encontrado pela polícia na Tijuca.

Foi preso neste sábado (23) Davi Souza Miranda, suspeito de matar duas meninas a marteladas, sendo uma delas a filha dele.

O crime aconteceu na noite de sexta-feira (22) em Senador Camará, Zona Oeste do Rio de Janeiro. As vítimas são Luiza Fernanda da Silva Miranda, de cinco anos, filha de Davi, e a prima dela, Ana Beatriz da Silva Albuquerque, de quatro anos.

O motivo do crime seria se vingar da ex-mulher, Nayla Albuquerque, que decidiu se separar dele há cerca de um mês.

Segundo a polícia, Davi também torturou a ex-cunhada, mãe de Ana Beatriz. A mulher está internada em estado grave.

Nayla viveu com Davi por 9 anos, desde que tinha 15 anos de idade. Segundo ela, o relacionamento era abusivo. “Ele me ameaçava, se eu saísse de casa com a minha filha ele me ameaçava. Pedi medida protetiva para mim e para a minha filha, mas só deram para mim. E acabou acontecendo isso. Eu só quero que ele pague por tudo.”

Uma prima de Nayla contou que Davi não a deixava ter telefone, nem amigos. “Depois que ela teve filho, ele não a deixava levar a menina para a escola se ele não fosse junto.”

O crime
Como Davi está proibido de se aproximar de Nayla, a irmã dela, Natasha Maria Silva Gonçalves de Albuquerque, levou a sobrinha para ver o pai na tarde de sexta. Ela estava acompanhada da filha.

Policiais afirmam que o homem amarrou Natasha, torturou a mulher e ateou fogo na casa. As meninas foram agredidas com marteladas.

A mulher conseguiu escapar e levou os corpos das crianças até o portão. Todos foram socorridos por vizinhos, que chamaram a Polícia Militar.

Luiza e Natasha foram levadas ao Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. A criança de cinco anos morreu ao dar entrada na unidade. Ana Beatriz foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e já chegou ao local sem vida.

Fuga e prisão
Depois do crime, Davi dirigiu por mais de 40 quilômetros e capotou na região da Mangueira, Zona Norte do Rio.

Investigadores contam que moradores da região foram para o local para tentar ajudá-lo e viram um celular tocando no meio do mato. Ao atenderem, foram informados de que o homem havia acabado de matar duas crianças.

Davi foi encontrado pelos policiais na Tijuca, também na Zona Norte. Ele deve passar por audiência de custódia neste domingo (24) ou na segunda-feira (25).

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Justiça nega prisão preventiva para motorista que atingiu moto do personal de Gracyanne Barbosa; ele terá que cumprir medidas cautelares
Next post Exame de DNA confirma presença de material biológico do dentista preso por estupro de paciente, no DF